É justo isso?

É justo isso?
Apoie!

quinta-feira, 23 de junho de 2011

Assassinato na Amazônia


Avaaz.org - The World in Action Caros amigos,



As florestas brasileiras estão correndo perigo. A Câmara dos Deputados acaba de enfraquecer o rígido Código Florestal e corajosos ativistas brasileiros estão sendo assassinados por dizerem o que pensam. É hora de levarmos essa importantíssima batalha ao palco global - se todos nós pedirmos à Presidente Dilma para vetar esse projeto de lei, poderemos salvar as florestas brasileiras.
A Câmara dos Deputados acaba de aprovar o esvaziamento do Código Florestal brasileiro. Se não nos mobilizarmos agora, enormes extensões de nossas florestas poderão ficar vulneráveis a um devastador desmatamento.

O projeto de lei gerou revolta e protestos generalizados em todo o país. E a tensão está subindo: nas últimas semanas diversos ativistas ambientais respeitados foram assassinados, supostamente por matadores contratados por madeireiros ilegais. É essencial agir agora mesmo. Estão tentando silenciar qualquer crítica enquanto a lei está sendo discutida no Senado. Mas a presidente Dilma tem o poder de vetar as mudanças se conseguirmos persuadi-la a superar a pressão política e assumir o papel de uma verdadeira líder em questões ambientais.

Setenta e nove por cento dos brasileiros querem que Dilma vete as mudanças no Código Florestal, mas nossas vozes estão sendo desafiadas por lobbies de madeireiros. Agora, depende de todos nós nos mobilizarmos para calar esses lobbies. Vamos nos unir agora em um gigantesco apelo para dar fim aos assassinatos e à exploração ilegal de madeira e salvar nossas florestas. Assine o abaixo-assinado a seguir - ele será entregue a Dilma assim que conseguirmos 500.000 assinaturas:

http://www.avaaz.org/po/save_our_forests/?vl

As florestas brasileiras são imensas e importantes. A Amazônia sozinha é vital para a vida no planeta - 20% do oxigênio e 60% da água doce do mundo vêm dessa magnífica floresta tropical. E por isso é tão crucial protegê-la.

É por isso que tanta gente vê o Brasil como um líder internacional em questões ambientais e é por isso que a Conferência da Terra, um encontro que acontecerá no ano que vem com o objetivo de impedir a morte lenta de nosso planeta, será no Rio de Janeiro. Por outro lado, também somos um país em rápido desenvolvimento que luta para tirar dezenas de milhões de pessoas da pobreza, e é intensa a pressão sobre nossas lideranças para desmatar florestas e abrir minas para gerar lucro. Daí o perigo de essas lideranças estarem quase dando o braço a torcer em termos de proteção ambiental. Ativistas locais estão sendo assassinados, intimidados e silenciados. Agora, cabe aos membros da Avaaz pedirem aos políticos brasileiros para serem firmes.

Sabemos que há uma alternativa. Lula, o antecessor de Dilma, reduziu enormemente o desflorestamento e consolidou a reputação internacional de nosso país como líder em questões ambientais, além de gozar de um gigantesco crescimento econômico. Vamos nos unir agora e pedir a Dilma para seguir o mesmo exemplo! Assine o abaixo-assinado para salvar nossas florestas e, em seguida, encaminhe este e-mail a todos:

http://www.avaaz.org/po/save_our_forests/?vl

Nos últimos 3 anos, os membros da Avaaz no Brasil mobilizaram-se com enormes iniciativas e lideraram extraordinárias campanhas para que o mundo chegue a ser aquele que todos desejamos: conseguiram a aprovação de uma histórica lei anticorrupção e fizeram lobby para que o governo tivesse um papel de liderança na ONU, protegesse os direitos humanos e interviesse para apoiar a democracia no Oriente Médio, e ainda ajudasse a proteger os direitos os direitos humanos na África e outras regiões.

Agora, estamos reunindo os membros da Avaaz de todo o mundo em um apelo global para salvar as florestas. Juntos, podemos construir um movimento florestal internacional e proclamar o Brasil mais uma vez como um verdadeiro líder em questões ambientais. Assine o abaixo-assinado e, em seguida, encaminhe este e-mail a todos:

http://www.avaaz.org/po/save_our_forests/?vl

Com esperança,

Emma, Ricken, Alice, Ben, Iain, Laura, Graziela, Luis e o resto da equipe da Avaaz


MAIS INFORMAÇÕES:

Ativistas marcham contra novo Código Florestal no Rio e em SP
http://bit.ly/mnmoGz

Senado precisa modificar o Código Florestal
http://www.estadao.com.br/estadaodehoje/20110619/not_imp734296,0.php

Ministra vai recomendar veto caso Código Florestal seja aprovado no Senado sem mudanças
http://oglobo.globo.com/pais/mat/2011/06/21/ministra-vai-recomendar-veto-caso-codigo-florestal-seja-aprovado-no-senado-sem-mudancas-924734864.asp

Para senador, novo Código Florestal compromete a defesa do meio ambiente
http://www.jb.com.br/pais/noticias/2011/06/16/para-senador-novo-codigo-florestal-compromete-a-defesa-do-meio-ambiente/

Igreja Católica anuncia apoio contra o novo Código Florestal Brasileiro
http://primeiraedicao.com.br/noticia/2011/06/22/igreja-catolica-anuncia-apoio-contra-o-novo-codigo-florestal-brasileiro


Apoie a comunidade da Avaaz! Nós somos totalmente sustentados por doações de indivíduos, não aceitamos financiamento de governos ou empresas. Nossa equipe dedicada garante que até as menores doações sejam bem aproveitadas -- clique para doar.



A Avaaz é uma rede de campanhas globais de 9 milhões de pessoas
que se mobiliza para garantir que os valores e visões da sociedade civil global influenciem questões políticas internacionais. ("Avaaz" significa "voz" e "canção" em várias línguas). Membros da Avaaz vivem em todos os países do planeta e a nossa equipe está espalhada em 13 países de 4 continentes, operando em 14 línguas. Saiba mais sobre as nossas campanhas aqui, nos siga no Facebook ou Twitter.

Esta mensagem foi enviada para cosmerogerio@hotmail.com. Para mudar o seu email, língua ou outras informações, entre em contato pelo link http://www.avaaz.org/po/contact/?footer. Não quer mais receber nossos alertas? Para decadastrar envie um email para unsubscribe@avaaz.org ou clique aqui.

Para entrar em contato com a Avaaz, não responda este email, escreva para nós no link www.avaaz.org/po/contact.

quarta-feira, 22 de junho de 2011

Grandes Vitórias na F1 de Bahrein, Guerra às Drogras, e mais!

Caros Avaazianos incríveis,

Há poucos dias, duas coisas eram diferentes – questionar a "guerra global às drogas" era um imenso tabu no meio governamental, e a Fórmula 1 estava prestes a realizar o Grande Prêmio de Bahrein, a despeito da brutal repressão governamental sobre protestantes pacíficos.

Então nossa comunidade se mobilizou.

Em 72 horas, mais de 1 milhão de nós aderiu a essas duas campanhas, e nós vencemos! A Fórmula 1, sob intensa pressão, reverteu sua decisão de correr em Bahrein e o Secretário-Geral da ONU concordou em estabelecer uma nova força-tarefa para as drogas, com os líderes mundiais começando um novo debate histórico sobre regulação e descriminalização.

Avaaz Banner
O poder das pessoas funciona, e nos estamos vendo isso cada vez mais por todo o mundo. Aqui estão duas histórias de como aconteceu…

Vitória na Brutal Bahrein!

O regime brutal de Bahrein abre fogo contra protestantes pacíficos, prende enfermeiras e médicos para ameaçá-los, mas quer que o mundo acredite que está tudo normal. Eles trabalharam duro para trazer o prestigioso Grande Prêmio da Fórmula 1 de volta ao país. Então, faltando 48 horas para a decisão da Fórmula 1, Bahrein busca os E.U.A. por apoio e a Avaaz entra no circuito!

Imagem da bandeira da campanha de Bahrein
Em dois dias, praticamente 500.000 membros da Avaaz aderiram à campanha e, juntos, nós deixamos mais de 20.000 mensagens nas páginas das equipes de F1 do Facebook e Twitter. A equipe da Avaaz falou com o piloto lendário Damon Hill, que somou sua voz à mobilização. E a atenção da mídia engatou.

Mas os figurões da F1 decidiram seguir com a corrida. A campanha da Avaaz foi citada em milhares de artigos em todo o mundo (Globo, NYT, AFP, Reuters) e nossos porta-vozes foram entrevistados na CNN (foto à direita), BBC e outras grandes redes.

Então, a Avaaz obteve um relatório interno "vazado" da F1 que surpreendentemente conclui que em Bahrein "não há violações de direitos humanos" -- revela-se que a F1 apenas conversou com o governo e visitou um supermercado! Nós lançamos nossa reação, dando partida a uma tempestade na mídia, e finalmente ... as equipes da F1 em unanimidade opõem-se à data da corrida em Bahrein, forçando a F1 a cancelar a corrida de Bahrein em 2011!
CNN interview
Clique para assistir Ricken Patel da Avaaz entrevistado na CNN em Inglês

Vitória contra a Guerra às Drogras!

A guerra às drogas custa bilhões aos cofres públicos, draga trilhões de dólares para o crime organizado, sacrifica incontáveis vidas, e alcança o resultado 0.

Ainda assim, por décadas, qualquer debate sobre o fim da guerra às drogas tem sido sufocado. Nos círculos oficiais, é tabu falar sobre regulação ou descriminalização – alguns até perdem o emprego por tocar no assunto.

Então, um grupo de ex-presidentes formou a Comissão Global de Políticas sobre Drogas para abertamente clamar por reformas. Eles se depararam com uma barreira -- políticos alegaram que não poderiam agir pois não havia suporte da opinião pública para uma mudança! Aí a Avaaz entrou na briga.

Press conference image

Nós lançamos a campanha e em uma semana nossa comunidade provou que os políticos estão errados, com mais de 600.000 avaazianos clamando pelo fim da guerra às drogas. Os ex-presidentes e o bilionário Richard Branson convocaram uma coletiva de imprensa, apresentaram seu relatório técnico propondo reforma, receberam a petição da Avaaz -- e a resposta foi incrível! Mais de 2000 artigos foram escritos (AP, IPS, The Guardian), todos positivos!! O tabu foi quebrado...

Em uma reunião estratégica naquela tarde, os ex-presidentes mais de uma vez procuraram nossa comunidade por apoio para avançar na campanha, mostrando que apenas a pressão da base pode criar a vontade política para a ação.

No dia seguinte, a Comissão Global e a Avaaz se reuniramcom o Secretário Geral da ONU Ban Ki-moon. Em meia hora de debate, a petição da Avaaz foi apresentada e muito citada como evidência da demanda das pessoas pelo fim da guerra às drogas. Ban deu um passo importantee decidiu criar uma força tarefa para buscar novas soluções para o problema das drogas! Um debate real e urgente finalmente começou...

Imagem do coletivo de imprensa

Um Enorme Obrigado a Todos

Essas duas histórias aconteceram ao mesmo tempo, e são só duas entre muitas e muitas outras. Veja o relatório da Avaaz de abril aqui. E nesse mesmo período de duas semanas em que estas campanhas aconteceram, a Avaaz também teve um papel crucial na quebra do silêncio da cobertura internacional da repressão na Síria. Nossa rede de bravos jornalistas cidadãos da Síria, financiada por doações da Avaaz, é uma das únicas fontes de informação para mídia global do pesadelo que está acontecendo lá.

Tudo isso só foi possível porque tantos de nós se uniram às campanhas da Avaaz com tanta esperança, energia e visão – assinando, contando aos amigos, fazendo doações, ligando ou postando mensagens. Um enorme obrigado a você e parabéns a todos que se envolveram!!

Quando a Avaaz começou, nós éramos milhares, e ganhamos algumas vezes. Agora, nós somos quase 10 milhões, e estamos ganhando muitas vezes! Se continuarmos acreditando em nós mesmos, e em mudanças, tudo parece possível...

Com grande gratidão por esta comunidade maravilhosa,

Ricken, Alice, Maria Paz, Emma, Saloni, Brianna e toda a equipe da Avaaz

P.S.1. Você pode clicar aqui para compartilhar esse relatório no Facebook.

P.S.2. Clique aqui para ver uma versão animada da vitória em Bahrein! (em Inglês)

**Pedimos desculpas pelos links em inglês. Grande parte da cobertura de imprensa destas campanhas estava em veículos que utilizam língua inglesa.


Apoie a comunidade da Avaaz! Nós somos totalmente sustentados por doações de indivíduos, não aceitamos financiamento de governos ou empresas. Nossa equipe dedicada garante que até as menores doações sejam bem aproveitadas -- clique para doar.



A Avaaz é uma rede de campanhas globais de 9 milhões de pessoas
que se mobiliza para garantir que os valores e visões da sociedade civil global influenciem questões políticas internacionais. ("Avaaz" significa "voz" e "canção" em várias línguas). Membros da Avaaz vivem em todos os países do planeta e a nossa equipe está espalhada em 13 países de 4 continentes, operando em 14 línguas. Saiba mais sobre as nossas campanhas aqui, nos siga no Facebook ou Twitter.

Esta mensagem foi enviada para cosmerogerio@hotmail.com. Para mudar o seu email, língua ou outras informações, entre em contato pelo link http://www.avaaz.org/po/contact/?footer. Não quer mais receber nossos alertas? Para decadastrar envie um email para unsubscribe@avaaz.org ou clique aqui.

Para entrar em contato com a Avaaz, não responda este email, escreva para nós no link www.avaaz.org/po/contact.

quarta-feira, 8 de junho de 2011

Santa chora em Palmeira dos Índios

Ontem, pela manhã, tomei café com o padre Odilon, pároco da Catedral de Nossa Senhora do Amparo e vigário geral da Diocese de Palmeira dos Índios. Conosco estavam, além da governanta Ivanilda, mais três padres: Petrúcio, Antônio e José Paulo, que haviam concelebrado na posse do novo pároco de São Vicente.

O commérage do dia na casa paroquial foi o choro de uma imagem de Nossa Senhora das Graças, pertencente a um fervoroso coroinha chamado Luan, de 13 anos, que mora na Rua Correia Paes, no Centro. Segundo o adolescente, enquanto o mesmo rezava, no início da tarde da segunda-feira, pelas mães que sofrem pelos filhos vitimados pelas drogas e pela prostituição, notou que os olhos da imagem estavam lacrimejando.

O padre Odilon, homem prudente, recomendou que os fieis se dedicassem às orações, enquanto continue a busca de explicações.

Geralmente, quando acontece algo assim, os crédulos no fenômeno costumam associá-lo a alguma aflição da localidade. Por esse critério, poderíamos relacionar o choro de Nossa Senhora ao abandono de políticas públicas essenciais para a promoção de uma cultura de paz em Palmeira dos Índios, que tem resultado em muita dor nas famílias que perdem seus entes queridos para a criminalidade.

Na terra do Mestre Graça, com tanta desgraça a grassando, Nossa Senhora das Graças só poderia chorar...

 

Veja as fotos da suposta imagem que chora no portal Palmeira 24 Horas.